Breitling Serviços

SWEDEN

Ponto sobre a estanquidade

Todos os produtos Breitling possuem um determinado grau de estanquidade (ou de “resistência”), expresso quer em metros, quer em bars (1bar = 10 m). Atenção : a indicação do grau de estanquidade em metros é uma norma técnica que não corresponde a uma profundidade absoluta. A menção «estanque a XX m » não implica que o relógio possa ser usado a essa profundidade. Significa que o relógio resiste a uma pressão equivalente a uma imersão estática a XX m de profundidade. Os movimentos do portador (mergulhos, saltos, natação, etc.) bem como a força da água (duche, correntes de rios, cascatas, etc.) podem aumentar consideravelmente a pressão. A tabela que se segue indica quais os tipos de actividade possíveis ou a evitar em função do grau de estanquidade do seu relógio.

ACTIVIDADES / NÍVEL DE ESTANQUECIDADE 3bars/30M/100FT 5bars/50M/165FT 10bars/100M/330FT ≥ 30bars/300M/1000FT
Salpicos
Chuveiro, natação, desportos náuticos de superfície  
Ski náutico, mergulho, snorkeling    
Mergulho subaquático      

Testes de estanquidade/substituição das juntas

A estanquidade da caixa é assegurada por um sofisticado sistema de juntas. Estas juntas sujeitam-se a agressões de diversos factores exteriores (transpiração, calor, diferenças de temperatura, raios ultravioleta, água com cloro ou salgada, produtos químicos, cosméticos, poeiras, etc.). Para desempenharem perfeitamente o seu papel, devem ser substituídas regularmente. Em caso de uso intensivo em meio aquático, recomendamos a troca das juntas todos os anos no quadro de um serviço de manutenção. Nos restantes casos, esta operação será efectuada a cada dois anos (e imperativamente aquando da substituição da pilha, nos modelos electrónicos). De uma forma geral, recomenda-se que se proceda no mínimo a um teste de estanquidade uma vez por ano, idealmente antes da época balnear. Este teste de estanquidade é feito em poucos minutos e pode ser efectuado em qualquer Ponto de Venda autorizado Breitling.

Coroas/pistões de rosca

Os modelos que se destinam às actividades aquáticas estão normalmente equipados com “coroas de rosca”, garantia de uma estanquidade optimizada. Antes de qualquer intervenção sobre a coroa, o utilizador deve desbloqueá-la desaparafusando-a. Deve de seguida aparafusá-la para a bloquear. O mesmo princípio se aplica aos « pistões de rosca », que podemos accionar após desbloquear o anel que os mantém seguros.

Válvula de hélio

Os modelos estanques a grandes profundidades (2000m, 3000m) estão dotados com válvulas de hélio. Este dispositivo ultra-profissional permite equilibrar as diferenças de pressão entre o exterior e o interior da caixa. A partir de uma pressão de cerca de 3 bars, a válvula evacua automaticamente o hélio acumulado após a permanência em profundidade, evitando assim a explosão da caixa.

Cinco precauções incontrornáveis relativas à estanquidade

  • Nunca active os pistões do cronógrafo na água ou quando o relógio está molhado (excepto os modelos Breitling dotados do sistema patenteado de pistões magnéticos, estanques e funcionais a 2000 m de profundidade). A mesma premissa se aplica à lunete rotativa (régua de calculo) dos modelos Navitimer e Montbrillant.
  • Nunca puxe e nem active uma coroa debaixo de água ou com o relógio molhado (quer se trate de uma coroa simples ou de rosca).
  • Se o seu relógio estiver equipado com uma coroa de rosca assegure-se que esta última está apertada antes de qualquer uso em meio aquático. O mesmo se aplica aos pistões de rosca.
  • Nunca tente abrir a caixa do relógio.
  • Caso surja água ou condensação no vidro, dirija-se o mais rápido possível a um Ponto de Venda ou a um Centro Técnico Autorizado Breitling.